Exaltação da Santa Cruz

Exaltação da Santa Cruz

Contemplamos o Crucificado e a Ele entregamos os sofrimentos de tantos irmãos e irmãs que carregam pesadas cruzes no dia a dia de suas vidas.
14 Settembre 2020 - Di Padre Edemar de Souza, CSCh





BOA SEMANA, CAVANIS! Nº 37 – 2020
SETEMBRO – MÊS DA BÍBLIA / Dia 14 – Exaltação da Santa Cruz / Dia 15 – Nossa Senhora das Dores / Dia 16 – São Cornélio e São Cipriano

Caros Confrades, Leigos e Amigos Cavanis!

À luz do mês da Bíblia e do “Setembro Amarelo”, inicio esta Boa Semana lembrando que neste domingo, dia 13 de setembro, fazemos memória do 7º aniversário de vida eterna do Pe. Giancarlo Tittoto; homem simples, humilde, mas com uma grande sabedoria. Quem teve a oportunidade de conviver ou passar alguns momentos com este religioso Cavanis, em nossos retiros, assembleias, irão recordar de muitos fatos que marcaram a vida deste confrade. Também entre os leigos ele era muito estimado.

Ele não era uma pessoa letrada pelas ciências, nem um grande orador. Porém, era alguém que ia ao encontro do outro, que gostava de conversar, que estava sempre aberto às necessidades. Passou por várias fases em sua vida, por muitas cresças e ideologias. Mas uma, no final da sua vida, ficou marcada por todos nós: a importância do DIÁLOGO.  Ele não se cansava de afirmar sobre a necessidade do diálogo, especialmente entre nós religiosos e consagrados.  Sete anos se passaram e hoje, diante do índice elevado de suicídio, também entre os sacerdotes e consagrados, sabemos que a maior causa é a solidão, o estar só, a falta de diálogo e com quem dialogar. Não dá para trocar a pessoa ou o confrade pelo celular, pela internet. Mas é o que geralmente acontece e todos precisamos revisar nossos hábitos e atitudes.

No final de semana passada, a liturgia da Palavra nos orientou sobre a necessidade da “Correção Fraterna”, com caridade e sem julgamento. Neste final de semana, a liturgia nos chama atenção sobre a necessidade do “Perdão”. O perdão é contagiante e pode transformar o mundo. Este é um dos temas mais frequentes na Bíblia e nos ensinamentos de Jesus. Mesmo na cruz, em meio ao seu imenso sofrimento, Jesus suplica ao Pai o perdão dos seus algozes. Na parábola do rei benevolente, Jesus quer recordar que Deus perdoa gratuitamente nossos pecados e que esta gratuidade não pode ser quebrada por nós. Lembremos sempre do que nos disse o Papa Francisco: “Se Deus me perdoou, porque não devo eu perdoar os outros? Serei eu maior que Deus?”. Somente pelo perdão, fruto do amor, podemos construir um mundo mais pacífico, humano, fraterno e solidário.

Lembro que nesta segunda-feira, dia 14, celebraremos a “Exaltação da Santa Cruz” e na terça-feira, dia 15, “Nossa Senhora das Dores”. Na dor do Filho e na dor da Mãe estão presente também as nossas dores e as dores de toda a humanidade. Contemplamos o Crucificado e a Ele entregamos os sofrimentos de tantos irmãos e irmãs que carregam pesadas cruzes no dia a dia de suas vidas, especialmente neste tempo de pandemia, marcado pelo desemprego, pela fome e pelas enfermidades. Como relatei acima, lembramo-nos também de tantos irmãos e irmãos, entre os quais também estão sacerdotes e consagrados, que carregam a pesada cruz da solidão, da depressão e das tentativas do suicídio.  Penso que a nova Encíclica do Papa Francisco “Fratelli Tutti”, a ser lançada no dia 03 de outubro, possa nos ajudar ainda mais a nos aproximar dos irmãos e irmãs. Lembro que este tema já refletimos em nosso VIII Capítulo Provincial. Precisamos retomá-lo sempre, pois é muito sério e profundo.

  COMUNICADOS:

  • Continuamos valorizando o mês da Bíblia, lendo-a e meditando-a sempre que possível. Também desejo cuidado diante da pandemia e valorizemos o “Setembro Amarelo”, o combate ao suicídio.
  • No dia 04 de outubro, em Valle Hermoso, Santo Domingo, o religioso andino Júlio Bolívar Rosero Guillén, fará sua profissão perpétua. Rezamos por ele e por todos os seminaristas e religiosos formandos da nossa Congregação.

ANIVERSARIANTE DE VIDA:

- Dia 18, sexta-feira, Diácono Aimé Lukumu Kabeya, auxiliar na Paróquia Santa Maria Mãe de Misericórdia e na Creche Santo Antônio, em Belo Horizonte, MG.

A ele nossos mais sinceros parabéns com votos de muita saúde e as mais copiosas bênçãos de Deus à luz do Carisma da nossa Congregação.

Finalizo a “Boa Semana, Cavanis!”, desejando a todos, religiosos e leigos, as mais copiosas bênçãos de Deus por intercessão de “Nossa Senhora das Dores”, da Mãe das Escolas de Caridade e dos Veneráveis Fundadores, Pe. Antônio e Pe. Marcos Cavanis.

Pe. Edemar de Souza, Provincial






Scrivi il tuo commento...